A administração da Dommo Energia S.A. é feita pelos melhores profissionais do mercado. São pessoas apaixonadas pelo que fazem, com vocação para o crescimento e para a inovação. Apostamos no talento e valorizamos a experiência.

Conselho de Administração

O Conselho de Administração da Dommo Energia S.A. é um órgão de deliberação colegiada, que, segundo o Estatuto Social da Companhia deverá ser composto de, no mínimo, 3 (três) e, no máximo, 5 (cinco) membros, todos com mandato unificado de um ano. Atualmente o Conselho de Administração da Companhia é composto por 3 (três) membros.

Dentre outras atribuições, cabe ao Conselho de Administração:

  • Estabelecer os objetivos, a política e a orientação geral dos negócios da Companhia;
  • Nomear e destituir os Diretores da Companhia, fixando-lhes atribuições;
  • Fiscalizar a gestão dos Diretores;
  • Manifestar-se previamente sobre o Relatório da Administração, as contas da Diretoria e as demonstrações financeiras do exercício;
  • Manifestar-se a respeito de qualquer oferta pública de aquisição de ações que tenha por objeto as ações de emissão da Companhia, por meio de parecer prévio fundamentado, divulgado em até 15 (quinze) dias da publicação do edital da oferta pública de aquisição de ações.
  • Como previsto na Política de Governança Corporativa da Companhia, o Conselho de Administração deve, ainda, zelar pelas transações que envolvam partes relacionadas.

A Dommo Energia S.A. reconhece o valor das boas práticas de Governança Corporativa e se empenha, constantemente, em aprimorá-las, atuando ativamente na realização de reuniões com investidores, na manutenção de discussões junto aos seus stakeholders e no incentivo à participação de seus acionistas nas Assembleias Gerais.

Atualmente, o Conselho de Administração é composto por:

Conselho de Administração Cargo
Marko Jovocic Presidente do Conselho/Chairman
É formado em Ciências Políticas pela Colgate University e possui um MBA em Finanças Corporativas pela EESP-FGV. Possui vasta experiência no setor de investimentos, tendo trabalhado no Tiedemann Invest Research (E*TRADE) e no UBS Investment Bank. Foi diretor da Luxetrade LLC, empresa na qual também foi co-fundador, e da Ecogen. Atualmente, é diretor e membro do Conselho de Administração da Turi e da Mais Energia, sendo também parte do Conselho Fiscal da Companhia Muller de Bebidas. Marko também é sócio-administrador na Geribá Investimentos, onde atua desde 2006 e lida com ativos em cenários de energia, depreciação e situações especiais.

 

 

Conrado Lamastra Pacheco Membro do Conselho
O Sr. Conrado Pacheco é Economista, contador e MBA pela IE Business School, com mais de dezessete anos de experiência na área de finanças corporativas. Nove anos na PricewaterhouseCoopers, em auditoria de demonstrações financeiras e na área de finanças corporativas, em trabalhos de avaliação e reestruturação de empresas e assessoria em processos de fusões e aquisições. Seguido de experiências em planejamento estratégico e consultoria de finanças corporativas para pequenas e médias empresas familiares. Últimos sete anos dedicados à governança corporativa, como membro de conselhos de administração, conselhos fiscais e comitês de auditoria de empresas nacionais de grande porte. Experiência nas áreas de gestão, estratégia, finanças corporativas e governança corporativa.
João de Saint Brisson Paes de Carvalho Membro do Conselho
O Sr. João Paes de Carvalho é graduado em Administração e é mestre em Engenharia Ambiental pela UFRJ, além de possuir um MBA pela Amos Tuck School of Business, Darmouth College. Detém, ainda, formação no curso “Conselho Fiscal na Prática” conduzido pelo IBGC. Já ocupou cargos de Diretoria em diversas instituições e sociedades, dentre elas no Banco Garantia, na Rioquima, na Master Builders do Brasil, na Eletrocolor e Omnitec. Ao todo, acumula 40 anos de experiência em diversos setores como gestão, desenvolvimento de negócios, finanças e consultoria corporativa. Integrou o Conselho Fiscal da Companhia Muller de Bebidas, da Bionexo do Brasil e da Prumo Logística. Atualmente, além de membro do Conselho de Administração da Companhia Muller de Bebidas, o Sr. João Paes de Carvalho exerce consultoria corporativa, intermediação de negócios, desenvolvimento de exportações e importações e gerencia projetos de biotecnologia na BIZNESSBRAZIL.

Conselho Fiscal

A Companhia prevê em seu Estatuto Social o funcionamento de um Conselho Fiscal em caráter não permanente, competindo-lhe, quando instalado, as atribuições previstas em lei, sendo indelegáveis as funções de seus membros.

Os membros do Conselho Fiscal, pessoas naturais, residentes no país, legalmente qualificados, serão eleitos pela Assembleia Geral que deliberar a instalação do órgão, a pedido de acionistas que preencham os requisitos estipulados pela legislação aplicável, com mandato até a primeira Assembleia Geral Ordinária que se realizar após a eleição.

Atualmente, o Conselho Fiscal é composto por:

Conselho Fiscal Cargo
Bruno Vasques Membro Efetivo
O Sr. Bruno Vasques é formado em Economia pela Universidade de São Paulo, detendo, ainda, especialização em finanças pela London Business School. Possui 20 anos de experiência finanças em diferentes segmentos econômicos. Atuou como Controller e responsável pelo planejamento estratégico da Roche farmacêutica no Brasil e América Latina. Atuou em diferentes cenários de turnaround e em frentes de M&A. Ele ocupou a posição de Diretor Financeiro na Caloi (como adjunto), De´Longhi (Estatutário) e Haribo (Estatutário). Atualmente, desempenha a função de Diretor Financeiro (Estatutário) da Ducoco, onde atua desde o início de 2019 com foco na estabilização financeira da companhia, otimização fiscal e retomada de geração de valor, sendo responsável por todos os subprocessos de finanças, legal, planejamento estratégico, IT e RH.
Daniel Arippol Membro Efetivo
O Sr. Daniel Arippol é formado em Economia por The Wharton School of Business e em Engenharia de Sistemas por The School of Engineering and Applied Science da University of Pennsylvania, detendo, ainda, MBA em Harvard Business School. Possui mais de 15 anos de experiência internacional dedicados à identificação, estruturação e investimento em oportunidades de negócio e geração de valor por meio de consultoria estratégica, reestruturação, gestão e desenvolvimento de negócios. O Sr. Daniel Arippol atuou como consultor estratégico no The Monitor Group (Europa, Estados Unidos e Brasil), e foi co-fundador da Pie Blade Solutions, baseada em São Francisco (EUA). Ele  ocupou a posição de Diretor de Planejamento Estratégico e Desenvolvimento de Negócios da Novelprint e de diretor associado da boutique de investment banking, Cypress Associates. Atualmente, desempenha a função de  observador do Conselho de Administração da Aminoagro/Fertilaqua e da San Miguel Industrias Pet S.A., além de ser Principal na Quilvest Private Equity, onde atua desde 2011 com foco em oportunidades de investimento na América Latina.
Timothy Chamberlein Membro Efetivo
Timothy Chamberlain é sócio e co-fundador da Brunel Advisors. Tim mora em São Paulo desde 2010, primeiramente como investidor e parceiro em uma empresa de finanças focada no agronegócio e, posteriormente, trabalhando na reestruturação de uma grande gestora de ativos local. A Brunel Advisors foi fundada em 2013 e concentra-se em fornecer serviços captação de recursos e consultoria para gestores brasileiros de ativos. Tim iniciou sua carreira na Euromoney Institutional Investor em Hong Kong em 2000 e ingressou no fundo de hedge Eurekahedge em seu lançamento em Cingapura em 2002. Ele trabalhou na Eureka por 8 anos, ajudando a lançar seu negócio captação de recursos, a Eureka Capital Partners e abrindo seu Escritório em Nova York em 2004. Ele é bacharel em Geografia pela Oxford Brookes University.

Diretoria Executiva

Os Diretores da Dommo Energia S.A. são os seus representantes legais, responsáveis, principalmente, pela administração cotidiana da Companhia e pela implementação das políticas e diretrizes gerais estabelecidas pelo Conselho de Administração. De acordo com a Lei das Sociedades por Ações, os Diretores da Companhia devem ser residentes no país, podendo ser acionista ou não. Além disso, até, no máximo, um terço dos membros do Conselho de Administração poderão ocupar cargo na Diretoria.

Os Diretores são eleitos pelo Conselho de Administração da Companhia com mandato de um ano, sendo permitida a reeleição. O Estatuto Social da Companhia estabelece que sua Diretoria seja composta de, no mínimo, 2 (dois) e, no máximo, 10 (dez) membros, dos quais poderão ser designados um Diretor Presidente, um Diretor Geral, um Diretor de Exploração, um Diretor de Produção, um Diretor Financeiro, um Diretor de Relações com Investidores, um Diretor Jurídico e os demais Diretores terão a designação indicada pelo Conselho de Administração à época de sua eleição.

Atualmente, a Diretoria Executiva é composta por:

Diretoria Executiva Cargo
Paulo Figueiredo Diretor Presidente
O Sr. Paulo Figueiredo, brasileiro e americano, possui 20 anos de experiência em banco de investimento e private equity.  Graduado em Economia e Filosofia pela Universidade Colgate do Estado de Nova Iorque – Estados Unidos, obteve sua titulação com distinção máxima (summa cum laude) e iniciou sua carreira em 1998 no Banco Morgan Stanley, onde atuou no Departamento de Investment Banking por 4 anos. Em 2007, após um período como empreendedor, fundou em conjunto com o Sr. Marko Jovovic a Geribá Investimentos, onde atua há 11 anos como Managing Partner. Atualmente é responsável na Geribá pela originação, estruturação e administração de investimentos nos segmentos de private equity e special situations opportunities. Adicionalmente, ocupou posições de destaque em empresas brasileiras ao longo de sua carreira, tendo atuação como Conselheiro de Administração e como Presidente do Conselho de Administração da Ecogen Brasil Participações entre 2008 e 2012 e como Conselheiro Fiscal da Companhia Muller de Bebidas entre 2015 e 2016.  Atualmente é membro do Conselho de Administração da Mais Energia e Presidente do Conselho de Administração da Polo Films.
Eduardo Yuji Tsuji Diretor Financeiro e de Relações com Investidores
O Sr. Eduardo Tsuji é bacharel em Administração e detém o título de Mestre (MPA) pela EAESP-FGV. Possui mais de 15 anos de experiência em bancos de investimento (ABN Amro, Crédit Agricole, HSBC, MUFG), com atuação nas áreas de crédito, finanças estruturadas, trade finance, project finance e conhecimento dos setores de Agronegócios, Óleo & Gás, Mineração, Aviação, Infraestrutura e Energia, além de integrar o grupo de mentores do Consiliu.

Comitê de Auditoria

O Comitê de Auditoria é o órgão de assessoramento ao Conselho de Administração da Companhia.

A Companhia prevê em seu Estatuto Social o funcionamento do Comitê de Auditoria em caráter permanente, composto por 3 (três) membros, sendo 1 (um) membro independente, observados os requisitos de independência estabelecidos na regulamentação aplicável, especialmente na Instrução CVM nº 509/11, devendo ao menos 1 (um) dos membros do Comitê possuir reconhecida experiência em assuntos de contabilidade societária, de auditoria e financeira que o caracterize como especialista financeiro. O Estatuto prevê ainda que os membros do Comitê de Auditoria serão indicados pelo Conselho de Administração da Companhia para mandatos de 2 (dois) e exercerão seus cargos por, no máximo, 10 (dez) anos, podendo ser destituído a qualquer tempo.

Algumas das funções do Comitê são:

  • Elaborar o regimento interno disciplinador das regras operacionais para o seu funcionamento;
  • Indicar os auditores independentes e supervisionar suas atividades;
  • Supervisionar as atividades da auditoria interna da Companhia, da área de elaboração das demonstrações financeiras e da área de controles internos;
  • Monitorar a qualidade e integridade das informações trimestrais, das demonstrações financeiras intermediárias, das demonstrações financeiras e de controles internos da Companhia;
  • Avaliar a efetividade e suficiência dos sistemas de controles e de gerenciamento de riscos, abrangendo riscos legais, tributários e trabalhistas;
  • Opinar, a pedido do Conselho de Administração, sobre as propostas dos órgãos de administração relativas à modificação do capital social, emissão de debêntures ou bônus de subscrição, orçamentos de capital, distribuição de dividendos, transformação, incorporação, fusão ou cisão;
  • Elaborar relatório anual resumido, a ser apresentado juntamente com as demonstrações financeiras, contendo, no mínimo: as atividades exercidas no período, os resultados e conclusões alcançados; a avaliação da efetividade e da qualidade dos sistemas de controles internos e de gerenciamento de riscos corporativos; a descrição das recomendações apresentadas à administração da Companhia e as evidências de sua implementação; a avaliação da efetividade das auditorias independente e interna; e quaisquer situações nas quais exista divergência significativa entre a administração da Companhia, os auditores independentes e o Comitê em relação às demonstrações.

Além das responsabilidades acima, o Comitê deve:

(a) Zelar pelos interesses da Companhia, no âmbito de suas atribuições;

(b) Apreciar os relatórios emitidos por órgãos reguladores sobre a Companhia; e

(c) Proceder, anualmente, à auto avaliação de suas atividades e identificar possibilidades de melhorias na forma de sua atuação.

Atualmente, o Comitê de Auditoria é composto por:

Comitê de Auditoria Cargo
Guilherme Angelo Lopes Coordenador do Comitê
Guilherme Angelo Lopes é graduado em Administração de Empresas pela Universidade Paulista, possui MBA em Gestão de Empresas pela FGV, com ênfase em Finanças, Auditoria e Controladoria e Pós-Graduação em Gestão de Riscos de Fraudes e Compliance pela FIA/USP. Possui experiência em auditoria de demonstrações financeiras de acordo com as práticas contábeis brasileiras, auditoria operacional, trabalhos de controles internos relacionados à Lei Sarbanes-Oxley e análise de fraudes. Teve uma carreira de seis anos na PricewaterhouseCoopers, atuou na área de auditoria interna da Redecard, da Celistics, onde foi responsável pela auditoria interna de dezoito países nas Américas do Sul, Central e do Norte, e exerceu o cargo de Gerente de Auditoria Interna na empresa B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão.
Conrado Lamastra Pacheco Membro do Comitê
O Sr. Conrado Pacheco é Economista, contador e MBA pela IE Business School, com mais de dezessete anos de experiência na área de finanças corporativas. Nove anos na PricewaterhouseCoopers, em auditoria de demonstrações financeiras e na área de finanças corporativas, em trabalhos de avaliação e reestruturação de empresas e assessoria em processos de fusões e aquisições. Seguido de experiências em planejamento estratégico e consultoria de finanças corporativas para pequenas e médias empresas familiares. Últimos sete anos dedicados à governança corporativa, como membro de conselhos de administração, conselhos fiscais e comitês de auditoria de empresas nacionais de grande porte. Experiência nas áreas de gestão, estratégia, finanças corporativas e governança corporativa.
Rafael Estanislau Gonçalves Membro do Comitê
Rafael Estanislau Gonçalves é economista graduado pelo IBMEC Business School e mestre em finanças pela EPGE/FGV. Possui o título de Master in Business Administration pela Honk Kong University of Science and Technology e pela Universidade de Nova York (Stern Business School). Rafael foi funcionário de carreira do IRB Brasil Resseguros, Petrobras e BNDES, quando atuou como Conselheiro Fiscal da AES Communication Rio e da Eletropaulo Telecom, além de membro do Comitê Econômico Financeiro da Vale Soluções em Energia. Rafael possui formação de Conselheiro Fiscal pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa – IBGC.

Comitê de Divulgação de Informações

A Companhia prevê em seu Estatuto Social o funcionamento do Comitê de Divulgação de Informações, responsável pelo assessoramento ao Diretor de Relações com Investidores, composto por 3 (três) membros, sendo um deles necessariamente o Diretor de Relações com Investidores, que presidirá o órgão e os demais membros definidos pelo Diretor Presidente da Companhia. O Comitê deverá conter ainda um membro qualificado para divulgação de informações técnicas, que deverá ser engenheiro ou geólogo (ou ter conhecimento comprovado em referidas áreas) com, no mínimo, 5 (cinco) anos de experiência, membro de associação profissional reconhecida e com experiência comprovada.

Os membros do Comitê de Divulgação de Informações são eleitos para mandatos de 2 (dois) anos.

O Comitê de Divulgação de Informações terá como atribuições:

  • Gerir a Politica de Divulgação de Informações da Companhia, bem como zelar pelo seu cumprimento;
  • Discutir e recomendar a divulgação ou manutenção de sigilo de Atos e Fatos Relevantes e Comunicados ao Mercado, conforme o caso;
  • Opinar sobre as informações a serem divulgadas ao mercado, bem como sobre a forma e o conteúdo da divulgação;
  • Opinar sobre a necessidade de divulgação/ publicação de informações relativas a processos relevantes ao mercado em situações nas quais a divulgação de informações possa ser recomendável, à luz inclusive da repercussão potencial para a imagem da Companhia;
  • Avaliar a relevância dos conteúdos dos comunicados externos e ofícios circulares emitidos pela Companhia, de forma a verificar a necessidade de divulgação do referido conteúdo a todo mercado;
  • Avaliar a necessidade de incluir outras áreas da Companhia na discussão sobre a divulgação de informações específicas, bem como a necessidade de recorrer a entidades externas (auditores, advogados ou outros consultores externos), para assegurar um suporte adequado ao processo de divulgação;
  • Analisar eventuais rumores e especulações no mercado sobre a Companhia e opinar se uma resposta e/ou comunicação ao mercado se fazem necessários; e
  • Revisar e avaliar periodicamente a Politica de Divulgação de Informações.

Atualmente, o Comitê de Divulgação de Informações é composto por:

Comitê de Divulgação Cargo
Eduardo Yuji Tsuji Presidente do Comitê
O Sr. Eduardo Tsuji é bacharel em Administração e detém o título de Mestre (MPA) pela EAESP-FGV. Possui mais de 15 anos de experiência em bancos de investimento (ABN Amro, Crédit Agricole, HSBC, MUFJ), com atuação nas áreas de crédito, finanças estruturadas, trade finance, project finance e conhecimento dos setores de Agronegócios, Óleo & Gás, Mineração, Aviação, Infraestrutura e Energia, além de integrar o grupo de mentores do Consiliu.
Celso Cordeiro de Mello Membro do Comitê
O Sr. Celso Cordeiro de Mello possui formação em Engenharia Mecânica e de Segurança do Trabalho, MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV e MBA Executivo pela COPPEAD. Adicionalmente, possui mais de 30 anos de experiência na indústria de petróleo e petroquímica, onde atuou nas áreas de engenharia, operação, manutenção, segurança, planejamento e controle e, atualmente, ocupava o cargo de Gerente Executivo de Operações na Companhia.
Leandro Escobar Silva Membro do Comitê
O Sr. Leandro Escobar é graduado em Direito pela UFRJ com MBA em Direito Societário pela FGV. Possui também especialização em direito pelo CEPED (UERJ) e LLM em Direito do Mercado Financeiro e de Capitais pelo INSPER-SP. Possui mais de 15 anos de experiência profissional, tendo atuado em escritórios de advocacia e, posteriormente, como Coordenador jurídico da CETIP durante 7 anos. Atua como Gerente Jurídico da Dommo Energia desde 2014, tendo apoiado a Companhia em seu processo de reestruturação. Como Conselheiro Fiscal, ocupou o cargo de membro efetivo da Parnaíba Gás Natural S.A. entre 2015 e 2016.

 

Comitê de Remuneração

Conforme previsto no Estatuto Social da Dommo Energia ao Comitê de Remuneração competirá:

(a) propor ao Conselho de Administração e revisar anualmente, os parâmetros e diretrizes e a consequente política de remuneração e demais benefícios a serem atribuídos aos administradores da Companhia, aos membros dos Comitês e demais órgãos de assessoramento do Conselho de Administração;

(b) propor ao Conselho de Administração anualmente a remuneração dos administradores da Companhia, a ser submetida à Assembleia Geral de acionistas;

(c) revisar e submeter ao Conselho de Administração as metas e objetivos relativos aos planos de remuneração para o Diretor Presidente e realizar avaliação de seu desempenho;

(d) revisar e submeter ao Conselho de Administração a proposta do Diretor Presidente para as metas e objetivos relativas aos planos de remuneração dos principais executivos e avaliar o processo comandado pelo Diretor Presidente para avaliação destes, acompanhando a implementação das suas conclusões e ações resultantes;

(e) diligenciar para que a Companhia se prepare adequadamente e com a necessária antecedência para a sucessão de seus executivos, particularmente do Diretor Presidente e dos principais executivos;

(f) diligenciar e acompanhar as ações tomadas para garantir a adoção, pela Companhia, de um modelo de competências e liderança, atração, retenção e motivação alinhado com seus planos estratégicos.

Atualmente, o Comitê de Remuneração é composto por:

Comitê de Remuneração Cargo
João de Saint Brisson Paes de Carvalho Membro do Comitê
O Sr. João Paes de Carvalho é graduado em Administração e é mestre em Engenharia Ambiental pela UFRJ, além de possuir um MBA pela Amos Tuck School of Business, Darmouth College. Detém, ainda, formação no curso “Conselho Fiscal na Prática” conduzido pelo IBGC. Já ocupou cargos de Diretoria em diversas instituições e sociedades, dentre elas no Banco Garantia, na Rioquima, na Master Builders do Brasil, na Eletrocolor e Omnitec. Ao todo, acumula 40 anos de experiência em diversos setores como gestão, desenvolvimento de negócios, finanças e consultoria corporativa. Integrou o Conselho Fiscal da Companhia Muller de Bebidas, da Bionexo do Brasil e da Prumo Logística. Atualmente, além de membro do Conselho de Administração da Companhia Muller de Bebidas, o Sr. João Paes de Carvalho exerce consultoria corporativa, intermediação de negócios, desenvolvimento de exportações e importações e gerencia projetos de biotecnologia na BIZNESSBRAZIL.
Conrado Lamastra Pacheco Membro do Comitê
O Sr. Conrado Pacheco é Economista, contador e MBA pela IE Business School, com mais de dezessete anos de experiência na área de finanças corporativas. Nove anos na PricewaterhouseCoopers, em auditoria de demonstrações financeiras e na área de finanças corporativas, em trabalhos de avaliação e reestruturação de empresas e assessoria em processos de fusões e aquisições. Seguido de experiências em planejamento estratégico e consultoria de finanças corporativas para pequenas e médias empresas familiares. Últimos sete anos dedicados à governança corporativa, como membro de conselhos de administração, conselhos fiscais e comitês de auditoria de empresas nacionais de grande porte. Experiência nas áreas de gestão, estratégia, finanças corporativas e governança corporativa.
Marko Jovovic Membro do Comitê
É formado em Ciências Políticas pela Colgate University e possui um MBA em Finanças Corporativas pela EESP-FGV. Possui vasta experiência no setor de investimentos, tendo trabalhado no Tiedemann Invest Research (E*TRADE) e no UBS Investment Bank. Foi diretor da Luxetrade LLC, empresa na qual também foi co-fundador, e da Ecogen. Atualmente, é diretor e membro do Conselho de Administração da Turi e da Mais Energia, sendo também parte do Conselho Fiscal da Companhia Muller de Bebidas. Marko também é sócio-administrador na Geribá Investimentos, onde atua desde 2006 e lida com ativos em cenários de energia, depreciação e situações especiais.